CNI se posiciona contra proposta de Bolsonaro de abertura ao comércio exterior

A CNI se posiciona contra a aberta unilateral do comércio exterior brasileiro e deseja que o povo continue pagando imposto sobre os importados.
Leia mais >>

CNI se posiciona contra proposta de Bolsonaro de abertura ao comércio exterior

A CNI se posiciona contra a aberta unilateral do comércio exterior brasileiro e deseja que o povo continue pagando imposto sobre os importados.
Leia mais >>

CNI se posiciona contra proposta de Bolsonaro de abertura ao comércio exterior

A CNI se posiciona contra a aberta unilateral do comércio exterior brasileiro e deseja que o povo continue pagando imposto sobre os importados.
Leia mais >>
23 de outubro de 2018

A CNI se posicionou contra proposta de queda de tarifas de importação unilateral lançada pela equipe do Bolsonaro. Para a CNI é preciso antes "criar condições internas para a competitividade".

Nas palavras do presidente Robson Braga:

"Sem criar condições internas para a competitividade das empresas brasileiras lá fora, ou para concorrer com produtos importados que venham de economias com melhor ambiente de negócios, a redução unilateral de tarifas pode destruir o que existe aqui dentro."

O ser humano no geral é muito previsível e tudo depende do interesse particular de quem deseja algo e do grupo ao qual esse indivíduo se reporta.

A CNI é a Confederação Nacional da Indústria e a mesma representa um aglomerado das Federações das Indústrias estaduais como FIESP, FIRJAN, FIEMG, etc.

Boneco de Burocrata que ama impostos

Boneco de Burocrata que ama impostos

Além das federações existem outros órgãos imensos que estão abrigados dentro desse guarda chuva como por exemplo: SESI, SENAI e o IEL (Instituto Evaldo Lodi).

Você talvez esteja imaginando que uma federação das indústrias é sustentada pela contribuição voluntária das empresas existentes no país, certo?

Errado!

Como tudo no Brasil a CNI é sustentada por imposto pago pelos trabalhadores, principalmente a classe mais pobre, que é onde recai mais pesadamente a carga tributária.

Você pode ver mais sobre o repasse de impostos aqui e também nesse excelente texto do Mises Brasil.

Ciente do fato dessas pessoas serem bancadas por impostos já é possível fazer algumas associações, como por exemplo, o fato de vários presidentes estaduais estarem no cargo por décadas a fio sem nenhum tipo de renovação.

Navio porta container ao por do sol

O que são barreiras tarifárias?

Barreiras tarifárias, falando de forma clara, é um imposto que o povo paga ao Estado para proteger a ineficiência brasileira da qualidade e eficiência de outros países.

É por isso que equipamentos eletrônicos de alta tecnologia, que poderiam ser usados para desenvolver melhores serviços para a população, sofrem pesada carga tributária na hora de entrarem no o Brasil.

Essa é a clássica visão protecionista, nacionalista e socialista tanto combatida por Milton Friedman, von Mises, etc.

Ou seja, barreiras tarifárias são um completo absurdo por tudo e pelo simples fato de que imposto é roubo.

E no Brasil você tem pessoas com mente atrasada, ou interesses particulares, ou os dois, que querem que o povo continue sendo explorado pelo Estado em prol de proteger um pequeno grupinho.

Navio porta container ao por do sol

A desculpa para manter os privilégios

Essa história de ter que fazer algo antes para depois parar de explorar o povo é uma desculpa para manter os privilégios.

Você tem visto a CNI, ou qualquer outro órgão patronal, fazer algum esforço no sentido de dar liberdade ao trabalhador, tanto em termos de menos impostos, como em termos de burocracia?

Tirando a extremamente tímida reforma trabalhista a atuação desses clubes é nula. O Brasil virou um país altamente socialista (somos o 153 no ranking de liberdade econômica da fundação Heritage) com a ampla aquiescência dos sindicatos patronais.

O povo no Brasil é explorado por todos e defendido por ninguém.

Se você quer uma desculpa para não perder mordomias, basta condicionar aquela modernização a algo que você sabe que é bem improvável de mudar no curto prazo.

Nesse caso o condicionamento é atrelar o fim do imposto a mudanças no ambiente interno e a acordos internacionais, ou seja, a intenção e que tudo continue na mesma e o Brasil siga um país pobre e fechado.

Subjacente a maioria dos argumentos contra o livre mercado está o medo da liberdade em si.

Barreiras tarifárias precisam cair agora e de forma unilateral

Para o bem do povo, e por consequência, do país como um todo, é importantíssimo que as barreiras tarifárias caiam imediatamente e de forma unilateral. Sem nenhum tipo de acordo com outros países.

Se eventualmente alguma empresa for fechar por essa mudança isso faz parte do negócio. O principal é que o povo não ser mais penalizado tendo que pagar impostos para o Estado a fim de tornar tal produto importado menos competitivo.

O segundo ponto muito importante é que essa saída da zona de conforto vai fazer com que esses reacionários se mexam e passem a exigir um ambiente de negócios menos destrutivo para quem quer empreender.

E não importa que um determinado país não vai nos dar contra partida baixando impostos sobre um produto brasileiro.  Acordos bilaterais são extremamente demorados e muitas vezes nunca acontecem.

Sony A7 maquina fotografica moderna Sony A7 maquina fotografica moderna

A queda das barreiras tarifárias vai gerar emprego

Hoje o mundo é bastante interligado, com isso, produtos e serviços podem ser feitos por cadeias que percorrem todo o planeta.

Além disso, possuímos muitos serviços digitais que são vendidos pela internet. Vamos pegar o exemplo da fotografia.

As principais fabricantes de máquinas fotográficas e equipamentos de imagem estão na Ásia. De lá eles exportam para todo o mundo.

Alguns países não cobram imposto de importação e com isso seus profissionais de foto/filmagem conseguem se manter atualizados por um custo bem menor.

Isso significa mais qualidade no serviço e mais qualidade a um menor custo resulta em mais vendas e mais riqueza para todos. Mais riquezas geram mais empregos e o ciclo segue.

Falamos de imagem, mas, o mesmo é válido para vários setores incluindo as telecomunicações, medicina, química, etc.

Além do explicado acima, quando você baixa tarifas de importação isso significa que o país se torna mais atraente para as cadeias produtivas se instalarem aqui, uma vez que podem trazer componentes de fora sem ter que pagar um imposto inútil para os políticos.

É uma ilusão totalmente infantil achar que vamos um dia ter todas as indústrias e produzir todos os produtos aqui.

O sucesso está em focar nos pontos fortes e fazer parceria com os pontos fortes dos outros.

Guindaste no ceu azul com numero 30 Guindaste contra o sol nascente

Conclusão

Todas as barreiras tarifárias devem cair imediatamente para que o povo não continue sendo explorado por impostos altíssimos que possuem o único objetivo de manter privilégios de uma classe totalmente reacionária e muito ligada ao Estado.

Nosso movimento está trabalhando para cortar os impostos sobre os combustíveis e alivar a carga sobre o povo. Saiba mais sobre nós aqui ou se cadastre para se juntar a nós aqui.

TAGS

Junte-se a nós!

Junte-se a nós nessa missão de zerar o roubo de impostos nos combustíveis. Precisamos de você como voluntário desse movimento.
VAMOS NESSA!
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram