Como colocar 1 milhão de pessoas na rua

A resposta sobre como colocar 1 milhão de pessoas na rua é mais simples do que parece e nós estamos comprometidos com esse objetivo que vai mudar o Brasil. A coisa mais comum de se ouvir nos dias de hoje é que esta todo mundo desanimado e enjoado da política. Ouvimos sempre que o povo […]
Leia mais >>

Como colocar 1 milhão de pessoas na rua

A resposta sobre como colocar 1 milhão de pessoas na rua é mais simples do que parece e nós estamos comprometidos com esse objetivo que vai mudar o Brasil. A coisa mais comum de se ouvir nos dias de hoje é que esta todo mundo desanimado e enjoado da política. Ouvimos sempre que o povo […]
Leia mais >>

Como colocar 1 milhão de pessoas na rua

A resposta sobre como colocar 1 milhão de pessoas na rua é mais simples do que parece e nós estamos comprometidos com esse objetivo que vai mudar o Brasil. A coisa mais comum de se ouvir nos dias de hoje é que esta todo mundo desanimado e enjoado da política. Ouvimos sempre que o povo […]
Leia mais >>
19 de agosto de 2018

A resposta sobre como colocar 1 milhão de pessoas na rua é mais simples do que parece e nós estamos comprometidos com esse objetivo que vai mudar o Brasil.

A coisa mais comum de se ouvir nos dias de hoje é que esta todo mundo desanimado e enjoado da política. Ouvimos sempre que o povo tem a força, mas, é passivo e que as pessoas não se revoltam.

Nosso objetivo é usar todo esse descontentamento para mudar a situação do Brasil. Todos sabemos que a burocracia é enorme, que a carga tributária é absurda e que o retorno desse roubo de impostos é mínimo.

Tudo isso é obvio, mas, até agora nenhuma liderança quis se movimentar para mudar esse quadro. Todos ficam com medo de mexer com privilégios dos que vivem a base de impostos.

A tragédia do Brasil é que os únicos grupos que se movimentam o fazem em busca de mais privilégios as custas do cidadão comum que sustenta a máquina.

 

Porque o povo não se une contra o governo?

É evidente para qualquer um que o governo brasileiro e toda a máquina estatal é um sistema extremamente corrupto e desacreditado por todos. Os que trabalham para o governo vivem em função dos seus próprios interesses e jogam a culpa uns nos outros sobre a espoliação em que o povo vive.

Impressiona que uma quantidade de pessoas tão pequenas que servem ao governo federal consigam dominar uma população de 208 milhões de habitantes.

A explicação para isso é que até agora nenhuma liderança política soube ou quis, reunir o povo em prol de uma única causa comum que beneficie a maioria da população.

Assumindo a liderança para mudar

Para mudar esse quadro nós resolvemos criar um movimento de rua, mão na massa, que seja Libertário e pacífico. E para isso  observarmos todos os outros movimentos políticos de fora e vimos que nenhum nos representava, pois, ou eram socialistas, ou muito radicais, ou ainda muito fracos para a nossa visão libertária de país.

Mais grave do que isso era o fato de que nenhum deles ter uma visão clara e simples do rumo que o Brasil deveria tomar. Todos falam de uma forma muito genérica e superficial.

Nossa missão é clara

Outro fator que impede o agrupamento de pessoas é a falta de uma missão clara para o Brasil. É por isso que desde sempre o nosso objetivo é claro e simples:

Fazer do Brasil a maior economia do planeta

A greve dos caminhoneiros de maio de 2018 foi a gota d'água para vermos a fragilidade da liderança no país. Com uma liderança tão fraca nós resolvemos que chegou a hora de criarmos um movimento de rua diferente de tudo o que existe hoje.

 

A estratégia para colocarmos 1 milhão de pessoas na rua

Os políticos e os donos do poder somente se movem quando o povo vai para as ruas. Para balançar o sistema precisamos de ao menos 1 milhão de pessoas nas ruas. A estratégia para alcançarmos essa meta se sustenta em três pilares: foco, engajamento e atratividade. Vamos detalhar um pouco mais cada um desses pilares.

Foco em uma única causa importante: Cortar drasticamente os impostos

Corrupção, burocracia e impostos são as coisas que mais desanimam os brasileiros atualmente. Por incrível que pareça quando você ataca o terceiro item, você resolve os outros dois.

Cientes disso adotamos o fantástico slogan Libertário: Imposto é Roubo!

Nosso objetivo final é cortar drasticamente a carga tributária no país a ponto de podermos em um futuro relativamente próximo, podermos viver com imposto zero. O Estado mínimo será bancado por contribuições voluntárias.

De forma alguma queremos vender uma utopia, logo, estamos deixando bem claro que para cortar impostos é preciso reduzir o tamanho do Estado. E para reduzir o tamanho do Estado é preciso acabar com a estabilidade do funcionalismo público.

Então o primeiro passo da nossa jornada em direção ao estado mínimo é acabar com a legislação que conferiu o privilégio da estabilidade ao funcionalismo público. Com isso poderemos reduzir o tamanho do Estado. Um Estado reduzido gasta menos dinheiro e um Estado que gasta menos dinheiro assalta menos o seu próprio povo.

O engajamento:

Todos os outros movimentos para nós nos parece muito fechados quanto ao engajamento do cidadão comum. Nós queremos mudar isso de forma radical. Aqui na Alezzia qualquer pessoa vai poder se inscrever pelo site e baixar na mesma hora começar a fazer campanha de rua pelo fim da estabilidade do funcionalismo público e consequente corte de impostos.

No site os seguintes itens estão/estarão disponíveis para download:

  1. Folhetos simples em PDF para imprimir em qualquer impressora
  2. Folder elaborado para imprimir em gráfica
  3. Layout de camisas para serem estampadas com a frase IMPOSTO É ROUBO
  4. Aplicativo para qualquer pessoa criar seu evento, achar outros voluntários, enviar fotos e filmes para o site

Há um procedimento para engajar o novo voluntário:

  1. Telefonema pessoal de boas vindas
  2. Identificação do perfil do voluntário
  3. Envio de folhetos e camisas pelo correio
  4. Incentivo a começar a distribuição do material para as pessoas em eventos presenciais.

Nosso plano é que qualquer pessoa possa fazer sua unidade e transforme o desejo de mudança e de libertação dos impostos em algo viral que possa ser realizado por todos. As pessoas estão dispostas a ir para a rua só falta a direção. Nós pretendermos resolver esse ponto.

A atratividade:

Nós da Alezzia temos a intenção de fazer um movimento alegre e festivo. A natureza do brasileiro é festiva e nós queremos ser fieis as nossas origens. Basta ver que no carnaval qualquer bloco de rua, por mais mequetrefe que seja, consegue aglomerar 50 a 100 mil pessoas.

Um evento grande como o Galo da Madruga, a Parada Gay, o Cordão do Bola preta colocam incríveis 1 milhão de pessoas na rua.

Se é possível colocar um milhão de pessoas na rua para fazer festa sem mudar em nada a vida delas, também é possível fazer um evento dessa envergadura com um objetivo de limar fora a extorsão de impostos sobre o nosso povo.

Alezzia sentada sobre a mesa de aço inox e madeira no deck em frente ao mar Alezzia sentada sobre a mesa de aço inox e madeira no deck em frente ao mar

Como vamos conseguir visibilidade

Hoje é notório que o grande poder está na capacidade de conseguir visibilidade no concorridíssimo universo da mídia. Diariamente somos bombardeados por milhões de vídeos, áudios, banners, notícias, etc. E tudo nos mais diversos formatos, desde um avião puxando uma faixa até um folheto na esquina.

Para podermos vencer esse desafio além do foco e da simplicidade da mensagem nosso plano é fazer investimentos fortes na parte artística do movimento. Para isso investiremos em edições de vídeo e fotografias de alta qualidade.

Dentre os voluntários vamos buscar as pessoas que sejam ligadas as artes como fotógrafos, cinegrafistas, ilustradores, cantores, atores e designers em geral que queiram atuar pela causa (voluntariamente de forma contratada - vamos negociar) para que o público veja a beleza do nosso trabalho e se anime a fazer parte de um grupo que vai levar o Brasil a ser o pais mais rico do mundo.

Vamos nos concentrar em poucas atividades para fazê-las com perfeição:

  1. FlashMob: Reunião de pessoas nas ruas, preferencialmente com garotas jovens, e bonitas para fazer uma panfletagem em pontos chaves.
  2. Apresentações: Reuniões de músicos para uma performance na rua como foi feito em Copacabana nesse ano de 2018.
  3. Grandes Shows: O ponto alto do nosso movimento é fazer grandes shows com orçamento de 600 mil reais onde podermos ter uma estrela do calibre do Alok ou similar.
  4. Palestras: Palestras realizadas em faculdades, sindicatos, empresas conscientização junto com eventos organizados por nós mesmos.
  5. Mídia online: Os eventos serão filmados e fotografados para que haja uma divulgação na tradicional mídia online.

Código de conduta

Um ponto importante que nos diferencia dos outros movimento é o código de conduta bem estabelecido. Os principais pontos desse código é o fato de sermos um movimento propositivo com críticas a idéias ou a instituições, mas, nunca a pessoas em si.

Outro item muito relevante é que não somos um movimento personalizado, logo, não existe um líder supremo que fala em talk-shows. Qualquer voluntário que quiser falar algo está livre para fala por conta própria. Todas as opiniões são pessoais.

Como somos um movimento que trata de assuntos macro econômicos, vamos nos abster de entrar em todos os pequenos detalhes da vida cotidiana. Nosso objetivo é atacar as principais causas que fizeram do Brasil um país pobre, ou seja, o Estado gigante.

Esse código de conduta é muito importante para colocarmos um milhão de pessoas na rua, uma vez que evita ruídos e atritos desnecessários.

O financiamento

A fonte de financiamento é muito importante para qualquer movimento que pretende mudar o Brasil. Para que as pessoas financiem algo existem pontos fundamentais que nós vamos deixar bem claro:

  1. Onde o dinheiro vai ser usado
  2. Quando o dinheiro vai ser usado
  3. Quais os benefícios que ela própria vai ter com esse investimento

Pretendemos fazer com que esses pontos sejam o mais transparente possível para todos os doares. Todo o dinheiro arrecado será dividido da seguinte forma: 15% para despesas de pessoal fixo, 15 a 25% para divulgação online e 60 a 70% usado nos eventos físicos de rua.

Uso de criptomoedas

Para garantir que o dinheiro esteja sempre fora do alcance do Estado a maior parte dos valores será guardada em Criptomoedas. A principio nossas escolhas são a Iota, o Bitcoin e a Nano.

Indicador de captalização

Vamos ter termômetro indicando o valor que já temos arrecado para financiarmos o grande Show de 600 mil reais em Copacabana com o Alok ou algum artista no nível.

 

 

 

TAGS

Junte-se a nós!

Junte-se a nós nessa missão de zerar o roubo de impostos nos combustíveis. Precisamos de você como voluntário desse movimento.
VAMOS NESSA!
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram